Seja bem vindo(a)!

Espaço Interativo
Swipe to the right

Como Você Se Vê?

Postado por Helena Yoshimoto 593 Views Nenhum comentário

Olá, mulheres queridas! Como vocês estão?

Hoje gostaria de pausar só um pouquinho nossos conteúdos de Consultoria de Imagem e usar esse ambiente a fim de gerar crescimento e construção mútua para nós, a partir de uma discussão saudável e despretensiosa acerca de um assunto que pode dizer respeito a muitas - senão todas nós: a insegurança.

Quantas de nós já não sentiram medo de tentar algo novo em algum momento? Ou até tentaram, mas em todo o tempo foram perseguidas por um fantasma imenso que fazia você acreditar que poderia falhar a qualquer momento. Ou então você é daquelas que “vai com medo mesmo”, mas cobra muito de si mesma, o tempo todo, pensando que suas ações nunca são o suficiente e não consegue acreditar em seu próprio potencial.

Enfim, nós - mulheres - parecemos estar presas a uma montanha-russa emocional quando pensamos em nós mesmas, ora nos amando, ora nos sentindo as piores do mundo. Pessoalmente, não acredito que haja uma receita de bolo que resolva as questões pessoais de todas as mulheres consigo mesmas, mas acredito firmemente que algumas atitudes e mudanças de pensamento podem contribuir, e muito, para sentir-se mais livre para assumir suas verdades.

Nesse sentido, tenho feito do trabalho de Consultoria de Imagem um aliado para devolver às mulheres sua segurança e autoestima. Entenda, o mais importante não é te fazer compreender todas as informações de Moda acerca dos estilos, ou te ensinar a conhecer as últimas tendências, ou te fazer uma expert em modelagens para o seu biotipo. O alvo de tudo é te proporcionar uma experiência guiada de autoconhecimento e aceitação, uma imersão em si mesma, onde você aprende a valorizar seus pontos mais fortes e a equilibrar os traços que não te agradam tanto, para que deixem de ser uma barreira, resultando em coerência e valor em sua imagem, refletindo diretamente em sua segurança e autoestima.

Pode parecer mera futilidade, mas assim como é possível sentir-se mais confiante trabalhando suas convicções de dentro para fora, o caminho inverso é tão possível quanto. Você passa a absorver o resultado de sua nova imagem visual e compreender que aquela versão de si mesma - que une conceitos, personalidade e gostos pessoais de forma equilibrada e consciente - é verdadeira e real tanto quanto é, também, sua. E como isso é maravilhoso! Como é precioso ver mulheres voltando a ter carinho por quem são e se enxergando na sua própria perspectiva, e não no olhar comparativo de outra. Essa é a verdadeira recompensa de todo o trabalho.

E onde eu quero chegar com tudo isso? Bom, acredito que muitas estratégias são válidas para vencer o sentimento de insegurança, mas quero ressaltar uma delas: olhe para você! Olhe para suas características pessoais com ternura, afeto e compreensão. Somos muito exigentes e nos cobramos demais, não nos ouvimos e em todo o tempo falamos palavras duras a nosso respeito e para nós mesmas. Com isso, não nos conhecemos nem nos enxergamos. Vemos apenas aquilo que achamos que precisa ser mudado, sem valorizar o que já foi conquistado, o que é único, o que é peculiar, e o que nos faz ser quem somos. O que acha de se olhar de uma nova forma?

Queria propor um desafio para finalizar o papo de hoje: se olhe no espelho. Sim, literalmente, pare uns minutos para se olhar no espelho e encarar a pessoa que estará ali refletida. Veja todas as suas características, analise todos os seus ângulos e repare bem em suas diferenças. Note que aquela pessoa refletida ali é única. Sim, única - sem querer fazer uso de clichês ou frases de efeito. Se procurar pelo mundo inteiro, com certeza você não encontrará ninguém que possa desempenhar o seu papel, o de ser você.

Então, ao se ver refletida no espelho, apenas ame-se! Ame tudo o que está ali, o que pode ser visto e também o que está lá dentro, no seu íntimo. Se necessário, liste verbal e audivelmente cada uma de suas características físicas e pessoais e perceba que existem detalhes profundos e muito amor em cada uma delas. Lembre-se que não existe ninguém como você, com suas qualidades e também defeitos. Tenha coragem de assumir suas vulnerabilidades e de se permitir ser, nem que apenas por um instante, o foco do seu amor.

Espero ter contribuído, pelo menos um pouquinho, com cada uma de vocês. Me conte como se sentiu durante essa experiência aqui nos comentários!

Com muito carinho,

Helena Yoshimoto
Consultora de Imagem na P.A CONCEPT

Postado em: Papo de Amiga
magework-popup
Assine nossa newsletter!
Cupom: